Resumo da Obra “As Veias Abertas da América Latina”

Obra: GALEANO, Eduardo. As Veias Abertas da América Latina. Porto Alegre: L&PM, 2015.

INTRODUÇÃO (“120 MILHÕES NO CENTRO DA TORMENTA”)

Galeano nos convida a questionar a suposta alegação de que a miséria na América Latina decorre do crescimento/tamanho de sua população quando se sabe que muitos países latino-americanos têm baixa densidade demográfica e muita terra para a produção. Na verdade, a campanha contra a fecundidade, encabeçada pelos Estados Unidos, surge como um meio de justificar a desigualdade social e os absurdos do sistema capitalista. Nega-se o direito de nascimento dos latino-americanos, porque é mais fácil combater esta ideia do que milhares de jovens engajados.  

No período em que o livro foi escrito, década de 70, houve, por exemplo, forte campanha de estímulo ao uso de métodos contraceptivos na população da Amazônia, por iniciativa dos Estados Unidos, principalmente porque o povoamento da região contraria seus interesses econômicos.

Continue lendo
Compartilhe conhecimento...