Poemas Visuais de Walter Silveira

Walter Silveira é videoartista, artista gráfico, poeta visual e profissional de televisão. Graduado em rádio e televisão pela ECA/USP, dirigiu durante as programações da TV Gazeta e TV Cultura, em São Paulo. Nos anos 1980, fundou a TVDO, produtora de vídeo independente que se tornou marco na história da produção nacional. Ele também fundou a primeira escola de vídeo do Brasil, a The Academia Brasileira de Vídeo. Trabalhou ao lado de figuras como Haroldo e Augusto de Campos, Arnaldo Antunes e Tadeu Jungle. Apresentou trabalhos na Bienal de São Paulo nos anos de 1987, 1994 e 1998. É também autor do livro Mein Kalli Graphics, de poemas manuscritos.

Compartilhe conhecimento...

A Linguagem Poética

A linguagem poética nos encanta porque nos apresenta um mundo novo. Quando lemos um poema e somos verdadeiramente tocados por ele, ocorre algum tipo de encontro – que é surpresa e libertação. Instante isolado no tempo: na leitura do poema, um mistério é proposto e resolvido; uma ideia acende e apaga; a palavra se transforma.

The Concert (1957), Marc Chagall

Historicamente, sempre foi difícil definir quais elementos ou recursos tornam um texto poético. Mais difícil ainda é pontuar o que dá qualidade a um texto poético qualquer. Nessa breve postagem, falarei sobre certas sutilezas da poesia nos diferentes níveis da língua. Considerarei aqui que o poema é um texto diferente dos demais, já que nele tudo parece possível: uma palavra assume o sentido de outra, um termo passa a exercer nova função sintática, contradições e absurdos se apresentam… Tudo, enfim, conflui para que a lógica da língua seja subvertida.

Levaremos em conta também que o que o poema diz, em linhas gerais, não importa. Importa como o poema diz, já que ele costuma dizer, de fato, o que não é dito. Citando letra de Gilberto Gil, “uma meta existe para ser um alvo, mas, quando o poeta diz ‘meta’, pode estar querendo dizer o inatingível”.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...

Renascimento Cultural

O QUE FOI?

O Renascimento Cultural, iniciado a partir do século XV, refere-se ao período em que houve uma revolução no pensamento humano, que se refletiu numa expressiva produção artística, literária, filosófica e científica. Foi um avanço em relação aos valores da Idade Média – época de grande estagnação intelectual.

POR QUE OCORREU?

O Renascimento Cultural pode ser visto como uma consequência do próprio renascimento urbano e comercial. A expansão marítima e o comércio com o Oriente propiciaram o enriquecimento da burguesia europeia, que passou a incentivar a produção artística e científica. Tal movimento marca o início dos tempos modernos e está diretamente ligado à ascensão da burguesia.

“A Criação de Adão” (Michelangelo)

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...