Questão Comentada – Revolução Francesa

QUESTÃO UEFS

No contexto da Revolução Francesa, o lema “Liberdade, Igualdade e Fraternidade” significava

A) Liberdade civil e fim do sistema penal.
B) Liberdade política e limitação da propriedade.
C) Igualdade política e fim dos privilégios feudais.
D) Igualdade social e fim da sociedade de classe.
E) Fraternidade entre os homens, com a abolição das classes sociais.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...

Revolução Francesa

A Revolução Francesa foi uma das mais representativas manifestações sociais do mundo moderno. Dentre as importantes conquistas atribuídas a ela, destaca-se a transição do Antigo Regime (Feudalismo) para o capitalismo burguês. Do ponto de vista social, a Revolução Francesa foi de suma importância para o estabelecimento dos princípios fundamentais do homem, baseados nos ideais de liberdade, igualdade e fraternidade.

O Antigo Regime

A sociedade francesa, por volta de 1774 (ano em que Luís XVI assume o trono), estava estruturada da seguinte maneira: Primeiro Estado (clero), Segundo Estado (nobreza) e Terceiro Estado (burgueses, camponeses e o restante da população). Essa divisão era hierárquica, nos moldes do feudalismo europeu. Contudo, com o passar dos anos, estes três grupos sociais desenvolveram pequenas ramificações internas que ajudariam a construir o cenário ideal para a eclosão da revolução.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...

Resumo do texto “Photoshop pela Democracia”

Obra: JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

Texto: Photoshop pela Democracia.

Apresentação

O autor nos apresenta em “Photoshop pela Democracia” inúmeros exemplos de como as instituições ditas “arraigadas” cada vez mais se influenciam pelas comunidades de fãs alternativas e pelos elementos da cultura popular visando à adaptação a uma nova época, baseada na convergência de mídias e na inteligência coletiva.

O advento da internet e o seu consequente uso para a realização de funções sociais prenunciaram um novo paradigma na comunicação. Questiona-se então de que maneira esses fatores interferiram no processo eleitoral americano de 2004 e no próprio exercício da democracia, a partir de “uma mudança no papel do público no processo político, aproximando o mundo do discurso político das experiências de vida dos cidadãos”. Daí pode-se falar, em suma, na substituição do conceito do cidadão individualmente informado pelo conceito cooperativo de cidadão monitor.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...