Regionalização do Brasil – Divisão de 1970 e o Brasil de Hoje

A DIVISÃO DE 1970 E O BRASIL DE HOJE

Em 1970, o Brasil obteve, oficialmente, uma divisão regional semelhante à de hoje. Houve, é claro, um conjunto de alterações: alguns territórios foram extintos e, em seguida, incorporados por estados.

O interessante a ressaltar nesse modelo é o fato de ele ser oriundo de conhecimentos estatísticos mais detalhados: o IBGE passa a utilizar o critério de microrregiões homogêneas, conjugando aspectos físicos, sociais e econômicos.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...

Regionalização do Brasil – Integração Nacional e Criação do IBGE

INTEGRAÇÃO NACIONAL E CRIAÇÃO DO IBGE

No início do século XX, a economia do Brasil não se encontrava integrada. Economias locais e regionais se sobrepunham à economia nacional. Como exemplo, temos o Nordeste açucareiro, o Sudeste cafeeiro e a Amazônia extrativista – economias quase independentes à época. A economia nacional era, portanto, fragmentada e o poder se concentrava nas mãos das oligarquias regionais – estrutura que passou a ser chamada de arquipélago econômico.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...

Regionalização do Brasil e Divisão Regional de 1913

A REGIONALIZAÇÃO DO BRASIL

A atual divisão do Brasil em cinco grandes regiões talvez nos pareça elementar nos dias de hoje, mas resulta de um longo processo e de inúmeros critérios. Você já parou para pensar por que os estados são organizados em regiões? E por que um estado está em determinada região e não em outra?

Pois bem. A regionalização do Brasil está diretamente ligada ao seu processo histórico, à sua condição inicial de colônia, a ocupação e expansão do seu território em decorrência das diferentes atividades econômicas estabelecidas ao longo do tempo.

Continue lendo

Compartilhe conhecimento...