Ao Nosso Amor – Raymundo de Salles Brasil

– Falávamos nós dois, de quê, há instantes?
– Falávamos do amor, da eternidade
Do verdadeiro amor de dois amantes;
Falávamos de nós, não é verdade?

– É, sim, verdade, amor, que, mais do que antes,
Vai-se firmando, agora, esta amizade,
Na mais gigante Rocha, entre as gigantes…
Destruí-la! – que força ou tempestade?

Se a morte um dia separar nós dois,
Não vos inquieteis, irei também,
Assim que anoitecer, logo depois,

Para comemorarmos co’um falerno
Nos jardins celestiais, bem lá no além,
O nosso amor, o nosso amor eterno.

Raymundo de Salles Brasil

Compartilhe conhecimento...