Campo Alegre – Geraldo Azevedo

Campo Alegre é de uma beleza admirável porque, ainda que no breve instante da canção, o mistério da vida parece resolvido. Sentimos paz e plenitude. Em comunhão com a natureza, o amor romântico se transfigura em sons, cores e aromas. Retrato congelado na memória, é o pôr do sol em algum campo mágico do Brasil, onde “a noite se confunde e o entardecer vem”.

 

Confira letra abaixo.

Campo Alegre
Composição: Geraldo Amaral
Versão: Geraldo Azevedo (álbum Inclinações Musicais, 1981)

Estrelas explodem em seu rosto
Anoitecer
E a noite se confunde
E o entardecer vem
Natureza canta como ninguém
Só quem vê sou eu e você

Quando claro depois tudo se fizer luar
E o cheiro dessa mata lua branca
Noite se confirma
E o entardecer foi com o luar
No meio de um campo alegre

É você quem ouve
Eu a cantar
Eu e você
Luar mata
Lua branca

Compartilhe conhecimento...