Semana de Arte Moderna

O QUE FOI?

Conjunto de manifestações artísticas vanguardistas (literatura, música, artes plásticas e arquitetura) realizadas entre 13 e 17 de fevereiro de 1922 no Teatro Municipal de São Paulo.

QUAL FOI SEU OBJETIVO PRINCIPAL?

Romper com o conservadorismo dominante desde o século XIX no cenário artístico brasileiro, notadamente na literatura (Parnasianismo). “Liberdade” foi a palavra de ordem da Semana de 22: clamava-se pela extinção das regras (uso do verso livre na poesia, por exemplo), bem como pela emancipação artística do país por meio da criação de uma estética nacional (não meramente importada).

Percebia-se também a influência de ideias futuristas, como a defesa do uso de temas atuais (industrialização, urbanização) em detrimento de temas tradicionalistas.

QUAIS FORAM ALGUNS DOS ARTISTAS PARTICIPANTES?

Literatura: Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Menotti del Picchia

Música: Villa-Lobos, Guiomar Novaes, Ernani Braga

Artes plásticas: Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Victor Brecheret

Arquitetura: Antonio Garcia Moya, Georg Przyrembel

POR QUE ELA FOI IMPORTANTE?

Porque foi o marco inicial do Modernismo no Brasil. Apesar de não ter tido, à época, a repercussão pretendida por seus realizadores, a Semana de 22 reuniu ideias que se desenvolveriam e fortaleceriam ao longo da década (e do século). Seus desdobramentos incluem o Movimento Pau-Brasil e o Movimento Antropofágico.

Compartilhe conhecimento...